Eufabrico participa do projeto de renovação residencial no bairro de Recife

Renovação residencial com resíduos: esse foi mais um Eufabrico em parceria com o projeto Arquitetura Aberta, que consiste em uma ação de impacto social no qual promove o bem-estar de comunidades de baixa renda a partir da melhoria de suas moradias.

O acordo foi feito com o intuito de criar oficinas que melhorassem a qualidade de vida das pessoas da comunidade do Conjunto Habitacional Padre José Edwaldo Gomes, no bairro de Casa Forte, em Recife.

As oficinas aconteceram no mês de julho de 2019 e contaram com dois dias de atividades. No dia 02/07, ocorreu a de revestimentos de móveis velhos com tecidos e no segundo dia, 10/07, foi a vez de revestimentos de tampas plásticas.

O Eufabrico fundamenta-se em envolver a comunidade na criação de uma cenografia gerando engajamento, compartilhando conhecimento e apoiando todo o processo produtivo de cenografias para as cidades. Tem como ênfase, a experiência no mercado de cenografias sustentáveis.

Pensando nisso, os materiais reutilizados nas atividades foram tampas de garrafas PET e cadeiras plásticas velhas, adotando técnicas de revestimento de tampinhas e revestimento de tecidos. Os produtos foram feitos com mosaico de tampas medindo 30x30 e cadeiras plásticas e móveis velhos revestidos com tecido de chita.

A ideia da reutilização impactou mais de 100 famílias. Considerando que a comunidade é de 192 apartamentos, foram realizados quase 100 projetos de arquitetura com 60 participantes por oficina. A co-fundadora do projeto de arquitetura social, Cecília Beltrão, comenta a parceria:

“Ter a Lixiki como parceira no Arquitetura Aberta foi trazer luz a um questionamento: como engajar os beneficiários do projeto em uma atividade que desenvolvesse habilidades e, ao mesmo tempo, servisse de estímulo e inspiração para criações próprias? A metodologia da Lixiki, desenhada especialmente para o Arquitetura Aberta e alinhada a seus objetivos, foi além do que esperávamos e possibilitou interação entre as pessoas e a descoberta individual do “poder fazer”, uma sensação de que se pode transformar para melhor o ambiente ao redor com as próprias mãos!”

O Eufabrico tem a ideia de ir remotamente para os locais e pensando nisso, para essas oficinas, foi planejado desde a criação e aprovação dos protótipos até a sua realização. Contemplando ainda, com gravações das videoaulas, que foram utilizadas para a explicação e realização das atividades - uma cine oficina - e divulgação dos convites.

Por dentro do projeto Arquitetura Aberta

A Arquitetura Aberta criou uma metodologia de trabalho para potencializar a qualidade de vida desses moradores, por meio de uma arquitetura acessível e consciente. Foi finalista do Prêmio Brasil Criativo, considerado uma das 36 ideias mais inovadoras do país. É a única de Pernambuco a representar a categoria Arquitetura e, nesta categoria, entre ficou entre as três melhores ideias a concorrem ao Prêmio.

O CAU e o projeto Arquitetura Aberta

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco, por meio de edital público, viabilizou soluções de Arquitetura no conjunto habitacional Padre José Edwaldo Gomes, em Recife.

Famílias que moravam em palafitas hoje moram em 192 apartamentos do Minha Casa Minha Vida, mas ainda enfrentam muitos problemas. Graças ao projeto Arquitetura Aberta, arquitetos estão criando projetos personalizados e ensinando os próprios moradores a fazerem seus móveis. As oficinas têm ajudado a reunir as pessoas e a dar autonomia, principalmente às mulheres chefes de família.

Quer saber mais sobre o Eufabrico?

Nossa Newsletter

Assine nossa newsletter mensal para ficar sempre atualizado com nosso conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nossa Newsletter

Assine e acompanhe de perto o nosso conteúdo!